Segunda-feira, 22 de Março de 2010

Violência em Alvalade

O confronto da 2ª mão dos oitavos-de-final da Liga Europa, entre Sporting e Atlético de Madrid, que terminou empatado 2-2 e que permitiu que a equipa espanhola treinada por Quique Flores, e onde alinham os portugueses Simão Sabrosa e Tiago passasse aos quartos-de-final da Liga Europa, ficou marcado por lamentáveis cenas de violência entre adeptos das claques Juventude Leonina e Frente Atletic, do Sporting e do Atlético de Madrid, respectivamente.

 

De acordo com as notícias transmidas pela comunicação social, tudo teria começado em Madrid, aquando do jogo da 1ª mão, onde houve confrontos entre membros da Juventude Leonina e da Frente Atletic, tendo ficado agendado novo confronto, desta vez em Lisboa, em terreno fora do conhecimento e do controlo das forças policiais. E para que os ânimos se exaltassem ainda mais, um Dirigente do Sporting, Miguel Salema Garção, ele um antigo elemento da Juventude Leonina veio dizer que quer Simão Sabrosa, quer o Atlético de Madrid seriam recebidos em Alvalade num ambiente hostil.

 

Depois foi o triste espectáculo que se viu. Quando os autcarros que transportavam os adeptos do Atlético de Madrid chegaram às imediações do Estádio de Alvalade, os adeptos, que saiam dos mesmos, eram recebidos à pedrada por adeptos do Sporting. E depois o inimputável Presidente da Juventude Leonina, a quem devia ser banida a entrada em estádios de futebol, num alarde hostil, veio apelar ainda mais à violência, dizendo que todos os adeptos do Atlético de Madrid, que circulassem nas proximidades do Estádio de Alvalade, deveriam ser sovados, mesmo que fossem mulheres ou crianças.

 

As televisões mostraram um especáculo de horror. O futebol, que deve ser uma festa, está transformado numa autêntica batalha campal, onde os adepos das equipas, em vez de apoiarem as suas equipas, procuram acima de tudo andar à pancada uns com os outros. Pede-se pois que a UEFA condene com mão firme os tristes acontecimentos ocorridos no Estádio de Alvalade. E que inimputáveis e arruaceiros, como Miguel Salema Garção ou Fernando Mendes jamais possam entrar num estádio de futebol.

publicado por novadireita às 17:31
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

23
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Revisão de Feriados

. Mais Atrasos nos Pagament...

. Arquivada Queixa-Crime Co...

. Doutor Manuel Monteiro

. Rei Ghob - E Agora Senhor...

. Terrorista Impune

. Congresso do PSD - Mais D...

. Combustíveis Voltam a Aum...

. 11 de Março de 1975; 37 A...

. Paragem Carnavalesca

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds