Segunda-feira, 27 de Dezembro de 2010

Propaganda Natalícia Mentirosa

Como vem sendo hábito, o ateu José Sócrates, tendo como pano de fundo uma Árvore de Natal, de tradição cristã, dirigiu uma mensagem de Natal aos Portugueses.

 

Na sua mensagem de Natal, o inenarrável José Sócrates vem apelar à mobilização e à união dos portugueses em torno das medidas de austeridade que, com o beneplácito do não menos inenarrável Pedro Passos Coelho, se viu na necessidade de pôr em prática nos PECS I, II e III, de modo a equilibrar as contas públicas nacionais, contas públicas essas que há muito que se encontram desiquilibradas, e cujo desiquilibrio começou nos tempos em que o atadinho e castrado do Silva de Boliqueime era Primeiro-Ministro.

 

José Sócrates vem dizer que as medidas tomadas nos PECS I, II e III se devem à grave crise económica que o Mundo inteiro viveu. Pura mentira, e pura demagogia. Se é verdade que o Mundo inteiro foi vítima de uma grave crise económica e financeira, e que os Países mais desenvolvidos já saíram da crise, não é menos verdade que Portugal já vive em crise económica há muitos e bons anos, pois desde a Implantação da República que o País vive acima das suas possibilidades, esbanjando dinheiro a granel, e sustentando um aparelho de Estado caduco, obsoleto, e despesista, aparelho esse assente nas regras do caciquismo, do compadrio, do tráfico de influências e no centralismo asfixiante existente nessa aberração que dá pelo nome de Lisboa. E, mais cedo ou mais tarde, os Portugueses teriam que pagar a factura desse deboche financeiro.

 

José Sócrates assume-se como o Messias que vai salvar o País. Pura mentira, e pura manobra de propaganda eleitoralista, quiçá a pensar em eleições legislativas antecipadas. José Sócrates sempre ignorou os sinais de alerta que algo de errado se passava com as contas públicas portuguesas, sinais de alerta esses vindos quer da União Europeia, da OCDE, do FMI, das agências de notação financeira, bem como de reputados economistas.

 

José Sócrates sempre considerou de falsos, de alarmistas e de agoirentos todos os alertas que vinham quer cá de dentro, quer lá de fora, sobre o estado da economia do País. Para José Sócrates, o País estava no bom caminho, e havia a necessidade de convencer os Portugueses que, efectivamente, o País estava no bom caminho. Daí que José Sócrates tenha vindo dizer vezes sem conta que o País estava bem, criando ilusões aos portugueses, ilusões essas que eram contrariadas por todos os indicadores, e que só existiam na sua fértil e delirante imaginação e dos poucos que acreditam nele.

 

José Sócrates mentiu ao País. Mentiu, porque José Sócrates não passa de um mentiroso, que mente de forma obstinada, com quantos dentes tem na boca. Pior, José Sócrates é um mintómano, porque acredita nas suas próprias mentiras, e julga que os Portugueses são todos estúpidos, e que caem que nem uma patinhos nas mentiras que lhes prega. José Sócrates não tem perfil, nem credibilidade para ser Primeiro Ministro do País, porque, para além de ser um dos responsáveis pelo Estado a que o País chegou, mentiu quer ao País, quer aos Portugueses. Há muito que José Sócrates deveria ter sido demitido e julgado em Tribunal pelo estado em que colocou o País. Só que os Portugueses, na sua grande amioria são um povo frouxo, fraco, de brandos costumes e conformista. E, fruto dessa circunstância, têm o que merecem.

publicado por novadireita às 14:48
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

23
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Revisão de Feriados

. Mais Atrasos nos Pagament...

. Arquivada Queixa-Crime Co...

. Doutor Manuel Monteiro

. Rei Ghob - E Agora Senhor...

. Terrorista Impune

. Congresso do PSD - Mais D...

. Combustíveis Voltam a Aum...

. 11 de Março de 1975; 37 A...

. Paragem Carnavalesca

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds