Terça-feira, 7 de Dezembro de 2010

Morte de Êrnani Rodrigues Lopes

Na passada semana faleceu o Prof. Êrnani Rodrigues Lopes, vítima de doença prolongada, que foi Ministro das Finanças no Governo do Bloco Central, a quem se deve a implementação das mais duríssimas medidas de austeridade económica de que há memória em Portugal, antes da implementação das medidas contempladas nos PECS II e III, e a quem se deve a negociação da adesão de Portugal à então CEE.

 

Conhecia de vista Êrnani Rodrigues Lopes, pois ambos passamos as nossas férias de Verão na magnífica praia de São Martinho do Porto, pese embora não tenha tido a honra de o ter conhecido pessoalmente, apesar de o Prof. Êrnani Rodrigues Lopes ter prestado o serviço Militar na Marinha de Guerra sob as ordens directas do meu avô materno, que foi um Distinto Oficial da Armada e a quem a Revolução do 25 de Abril de 1974 tão maltratou, como o fez a milhares de portugueses.

 

No aspecto político, eu e o Prof. Êrnani Rodrigues Lopes tinhamos opiniões diversas, sobretudo em política europeia, em que ele era um entusiasta do modelo europeu, e eu sou defensor de um modelo europeu assente em Estados soberanos. Enquanto Êrnani Lopes era um europeista convicto, eu sou um soberanista convicto. Mas tal não me impedia de escutar atentamente as suas opiniões sobre política europeia.

 

No aspecto económico, Êrnani Rodrigues Lopes era um excelente economista, talvêz mesmo dos melhores economistas portugueses. As suas análises sobre a economia portuguesa eram caustícas e certeiras, como caustícas e certeiras foram as previsões que fez sobre o descalabre económico para que o País caminhava, fruto de (des)governações feitas por bandos de políticos incompetentes, vigaristas, mentirosos e aldrabões. A seu tempor Êrnani Rodrigues Lopes disse que o País precisava de arrepiar caminho, porque se não as consequências seriam desastrosas. E acertou em cheio. O Orçamento de Estado para 2011, os PECS I, II e III falam por si.

 

Êrnani Lopes disse que não gostava nada de ver novamente o FMI a entrar em Portugal, ele que negociou com o FMI o duríssimo pacote de austeridade que implementou enquanto foi Ministro das Finanças. Quis Deus, de quem o Prof. Êrnani Rodrigues Lopes era um profundo crente, que ele partisse antes de o FMI entrar em Portugal, o que acontecerá a breve prazo. Ao menos Deus poupou-o a mais um vexame do País.

 

Com a morte de Êrnani Rodrigues Lopes o País fica mais pobre, e São Martinho do Porto perde um dos seus mais Ilustres Filhos. Cala-se para sempre uma voz inteligente e lúcida.

publicado por novadireita às 10:57
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

23
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Revisão de Feriados

. Mais Atrasos nos Pagament...

. Arquivada Queixa-Crime Co...

. Doutor Manuel Monteiro

. Rei Ghob - E Agora Senhor...

. Terrorista Impune

. Congresso do PSD - Mais D...

. Combustíveis Voltam a Aum...

. 11 de Março de 1975; 37 A...

. Paragem Carnavalesca

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds