Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

Vitória Esmagadora de António Marinho e Pinto

Conforme se esperava, António Marinho e Pinto foi reeleito Bastonário da Ordem dos Advogados, vencendo categorica e inequivocamente as eleições disputadas na passada sexta-feira, obtendo 9532 votos, contra 5991 votos obtidos por Fernando Fragoso Marques e 3666 obtidos por Luís Filipe Carvalho, e quando ainda faltam apurar os votos da Madeira, votos esses que não terão qualquer influência no resultado eleitoral.

 

Esta vitória foi a melhor resposta que António Marinho e Pinto pôde dar a todos aqueles que, não tendo digerido a copiosa derrota que sofreram nas eleições de 2007,  nestes últimos 3 anos tudo fizeram para o atacar e o denegrir, usando os meios mais torpes e mais inqualificáveis jamais vistos na Ordem dos Advogados. Prova também que a esmagadora maioria dos Advogados se revê nas ideias e nos projectos que António Marinho e Pinto tem para a Ordem dos Advogados, e que não existem alternativas válidas e credíveis a António Marinho e Pinto.

 

Os próximos 3 anos de mandato de António Marinho e Pinto não vão ser nada fáceis. Isto porque António Marinho e Pinto vai continuar a ter quer um Conselho Superior que lhe é hostil, de onde prontificam pessoas que no anterior mandato tudo fizeram para o desacreditar, om os antigos Presidentes dos Conselhos Distritais de Lisboa e de Faro à cabela, quer ainda com a hostilidade de todos os Conselhos Distritais do Continente, Conselhos Distritais esses que maius não dão do que uma evolução na continuidade em relação aos anteriores Conselhos Distritais.

 

Porém quer os membros do Conselho Superior, quer os membros dos Conselhos Distritais têm que ter presente que António Marinho e Pinto venceu as eleições com uma destacada maioria, maioria essa que se reforçou, numas eleições democráticas, justas e limpas. E que as regras da democracia mandam que se respeitem os resultados das eleições. Pelo que caso os membros do Conselho Superior e dos Conselhos Distritais prossigam com a sua campanha destrutiva e de bota abaixo á sua credibilidade fica seriamente abalada.

 

Se António Marinho e Pinto venceu inequivocamente as eleições para a Ordem dos Advogados, as suas responsabilidades aumentam. Espero que António Marinh e Pinto consiga continuar com esta campanha de mudança na advocacia, para que a profissão volte a recuperar o prestígio e a credibilidade que teve em tempos junto dos cidadãos.

publicado por novadireita às 10:32
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

23
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Revisão de Feriados

. Mais Atrasos nos Pagament...

. Arquivada Queixa-Crime Co...

. Doutor Manuel Monteiro

. Rei Ghob - E Agora Senhor...

. Terrorista Impune

. Congresso do PSD - Mais D...

. Combustíveis Voltam a Aum...

. 11 de Março de 1975; 37 A...

. Paragem Carnavalesca

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds