Quinta-feira, 11 de Agosto de 2011

Londres a Ferro e Fogo

Verdadeiros tumultos têm deixado Londres num verdadeiro caos, tumultos esses que se têm espalhado a outras cidades do Reino Unido, como Manchester ou Birminghan.

 

Tais tumultos são feitos por grupos de jovens, alguns deles com cerca de 10, 11 ou 12 anos de idade que, sem dó nem peidade, destroem tudo o que vêm à sua frente, pilhando e saqueando lojas, de onde furtam toda a espécie de artigos. Jovens esses emigrantes e/ou filhos de emigrantes que há muito não trabalham, vivendo à custa da assistência social do Governo inglês.

 

O Primeiro Ministro britânico, David Cameron prometeu agir com mão de ferro e punir exemplarmente todos aqueles que têm lançado o caos em Inglaterra. Diz David Cameron que se esses jovens menores têm idade para roubar, então também têm idade para serem julgados e responsabilizados pelos crimes que cometeram, pois cdm tais criems têm causado incomensuráveis prejuízos a vários comerciantes, alguns deles emigrantes honestos que se procuram integrar na sociedade britânica, ao contrário desses vândalos.

 

O que está a acontecer em Londres não pode acontecer, e as autoridades policiais têm que reprimir tais comportamentos. Mas os factos que estão a ocorrer em Londres deve servir de alerta para todos os Governos da União Europeia de que devem rever as leis de emigração, de modo a impedir a entrada de emigrantes que não querem trabalhar e não se querem integrar nas sociedades dos Países para onde emigram.

publicado por novadireita às 12:11
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 7 de Agosto de 2011

Bagunça nos Serviços Secretos do Estado

Num mundo altamente globalizado, a existência de uns serviços de informação e de segurança é de primordial importância para a segurança e organização dos Estados. Daí que dva haver recato, discrição e confidencialidade com as notícias que envolvam os serviços de informação e de segurança do Estado.

 

Porém em Portugal temos uns serviços secretos, que são tudo menos secretos. Sabe-se quem são os espiões, sabe-se da existência de fugas de informação oriundas dos serviços secretos, passam-se informações relevantes para empresas privadas, há um antigo director dos serviços secretos que vai trabalhar para uma empresa privada, e que enquanto director do SIS passou informação confidencial para essa empresa privada.

 

É a bagunça total nos serviços de informação do Estado Português. Bagunça essa que tem que se pôr termo imediato, mediante a criacção de legislação adequada. Sob pena de a segurança do Estado Português estar irremediavelmente comprometida.

publicado por novadireita às 20:00
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Agosto de 2011

Espírito Perssecutório e Mesquinho

Na edição do "Sol" de hoje, dia 5 de Agosto, Mário Ramires, ba coluna "Sol e Sombra", coloca António Marinho e Pinto na rúbrica da "Sombra", escrevendo uns comentários sobre o Bastonário da Ordem dos Advogados completamente desfazados da realidade, e demonstrativos de um espírito perssecutório e mesquinho com que esse jornal tem tratado António Marinho e Pinto.

 

Que escreve entáo Mário Ramires sobre António Marinho e Pinto? Diz que António Marinho e Pinto é um homem que atira pedras aos vizinhos, mas que está cheio de telhados de vidro. E que o último exemplo disso foi o facto de não se ter insurgido contra o facto de alguns Advogados Estagiários terem sido apanhados a copiar nas provas de acesso à fase complementar do Curso de Estágio, quando, ao invés, se insurgiu contra o facto de Auditores de Justiça (futuros Magistrados Judiciais e do Ministério Público) terem sido apanhados a copiar num dos exames do CEJ. E, para cúmulo, Mário Ramires vem nas entrelinhas exigir a demissão de António Marinho e Pinto.

 

Para ter escrito tão deplorável e lamentável prosa, certamente que Mário Ramires não ouviu, ou fingiu que não ouviu, as declarações de António Marinho e Pinto, quando confrontado com o facto de Advogados Estagiários terem sido apanhados a copiar nas provas de acesso à fase complementar do Curso de Estágio. António Marinho e Pinto, disse que o caso não era tão grave como o do CEJ, porque se trata de exames de acesso a uma profissão liberal e privada, e os Advogados, ao contrário dos Juízes, não são investidos em funções soberanas.

 

Mas António Marinho e Pinto, para além de ter criticado veementemente o episódio do copianso verificado na Ordem dos Advogados, disse que, por ele, expuslava da Ordem dos Advogados os Advogados Estagiários que foram apanhados a copiar, e que, ao contrários dos Juízes, que se julgam serem divindades e que nunca erram, nos Advogados há bons e maus profissionais. Só que António Marinho e Pinto não podia expulsar da Ordem dos Advogados oa Advogados Estagiários apanhados a copiar porque a lei não lho permite.

 

Será que Mário Ramires não ouviu estas afirmações do Bastonário da Ordem dos Advogados? Certamente que não. Ou então fingiu que não ouviu.

 

Confesso que sou leitor do "Sol", gosto do jornalismo desse jornal, e que leio as crónicas de Mário Ramires, concordando com algumas das suas opiniões. Mas o "Sol" tem que deixar de perseguir da forma lamentável como o tem vindo a fazer o Bastonário da Ordem dos Advogados, dizendo mal dele a torto e a direito, e por tudo e por nada. Foi assim durante a última campanha eleitoral para os órgãos da Ordem dos Advogados, e é agora após os resultados das últimas eleições, onde António Marinho e Pinto foi reeleito por uma grande margem.

 

Esse tipo de persseguições ao Bastonário da Ordem dos Advogados não ficam nada bem ao "Sol".  Pelo que, independentemente de ser amigo de António Marinho e Pinto, na qualidade de Advogado repudio veementemente a prosa de Mário Ramires, a quem dou o conselho de se informar melhor quando decidir criticar as opiniões de António Marinho e Pinto. É que a ignorância é algo de muito feio.

publicado por novadireita às 20:01
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Agosto de 2011

Dívida Colossal a Advogados

No portal da Ordem dos Advogados consta a informação de que o Estado Português deve a quantia de €: 29.610.034,29 a título de honorários aos Advogados e Advogadas que prestam apoio judiciário aos cidadãos economicamente carenciados que não têm possibilidades económicas de pagarem os honorários e despesas de um Advogado no âmbito do patrocínio forense.

 

Usando uma expressão que está na moda, trata-se de uma dívida colossal que o Estado teima em não pagar, evocando agora o espúrio e inusitado pretexto de existência de irregularidades por parte de alguns Advogados que querem defraudar o Estado.

 

O Estado Português é o maior caloteiro que existe à face da terra e tem que ser posto termo o quanto antes a esta política de calote, pois é inconcebível que estejam por pagar os honorários dos Advogados que prestam apoio judiciário desde Janeiro deste ano. É pois a altura de a classe se unir e tomar medidas energicas que ponham termo imediato a esta política de calote reiterado. Nem que seja necessário recorrer à via judicial, com a instauração das respectivas acções judiciais.

 

Basta de vergonha e de calote para com os Advogados por parte do Estado Português. Os honorários devidos são para serem pagos pontualmente na data do respectivo vencimento, tal como resulta da lei.

publicado por novadireita às 12:04
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Agosto de 2011

Transportes Públicos a Aumentar

Este Governo de coligação PSD/CDS, fiél comissário político da troika FMI, UE e BCE, aumentou hoje mesmo o preço dos transportes públicos. E numa entrevista dada à RTP por Álvaro Santos Pereira, o Ministro da Economia que gostem que o chamem de Álvaro, disse que novo aumento do preço dos transportes públicos não está de todo excluído, aumento esse que terá lugar em Janeiro próximo.

 

O País está de pantanas. Os combustíveis estão a preços impraticáveis e insopurtáveis. Ir de carro próprio para o transporte é uma realidade que se torna impraticável para a grande maioria dos portugueses. E, para grande surpresa, o preço dos transportes públicos aumenta, o que leva que a deslocação casa-trabalho custe muito a fazer à grande maioria dos portugueses. Quer em viatura própria, quer em transporte público.

 

Talvez seja melhor começar a ir de burro ou de troninete das nossas casas para os locais de trabalho. Ò Álvaro, vai de burro de tua casa para o Ministério da Economia, e dá um burro e uma carroça a cada português para ir de casa para o trabalho. Sobretudo para aqueles e aquelas que ainda têm trabalho.

publicado por novadireita às 23:46
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Advogados Apanhados a Copiar

Aquando da realização das provas finais da fase inical do estágio de advocacia, um grupo de 13 Advogados Estagiários foi apanhado a copiar nessas provas.

 

De imediato houve quem fizesse a comparação com o facto ocorrido há cerca de um mês atrás, em que alguns candidatos a Juízes foram apanhados a copiar num exame, facto que tanta celeuma deu e que levou à anulação do exame em apreço. E houve quem pedisse uma condenação enérgica de António Marinho e Pinto ao copianso verificado na Ordem dos Advogados, já que António Marinho e Pinto condenou veementemente o copianso nos exames do CEJ.

 

O copianso do exame à fase complementar do estágio de Advocacia por alguns Advogados Estagiários não deixa de ser grave, lamentável e deplorável. Só que o facto não pode ter a gravidade que tem o copianso verificado no exame do CEJ por parte de candidatos a Juízes.

 

Com efeito, ao passo que a Advocacia é uma profissão liberal e privada, pese embora seja essencial à defesa do Estado de Direito democrático e à defesa dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, os Magistrados Judiciais são investidos de poderes soberanos para o resto das suas vidas, competindo-lhes administrar a Justiça, e têm a vida das pessoas nas mãos.

 

Além de que os Advogados têm a humildade de reconhecer que na sua profissão há bons e maus profissionais. Algo que não se verifica por parte dos Juízes, que se julgam santos, divindades e intocáveis, e que se acham ungidos pelos óleos do CEJ, que nunca erram, que proferem decisões iluminadas e que são todos classificados com muito bom.

 

Os Advogados Estagiários que foram apanhados a copiar nas provas com vista a ingressarem na fase complementar do curso de estágio deviam, puro e simplesmente, serem expuslos da Ordem dos Advogados, que é para não darem um mau exemplo da classe e da profissão. Idêntica situação deveria ocorrer com os candidatos a Magistrados que foram apanhados a copiar nos exames do CEJ

publicado por novadireita às 16:27
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

23
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Revisão de Feriados

. Mais Atrasos nos Pagament...

. Arquivada Queixa-Crime Co...

. Doutor Manuel Monteiro

. Rei Ghob - E Agora Senhor...

. Terrorista Impune

. Congresso do PSD - Mais D...

. Combustíveis Voltam a Aum...

. 11 de Março de 1975; 37 A...

. Paragem Carnavalesca

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds