Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

A Novela do PSD

Com a saída de cena de Manuela Ferreira Leite da liderança do PSD, inevitável após a clamorosa derrota que o partido teve nas últimas eleições legislativas e o resultado menos positivo obtido nas últimas eleições autárquicas, era de esperar que o PSD se envolvesse em mais uma acesa luta interna com vista a escolher o sucessor de Manuela Ferreira Leite.

 

Há muito que Pedro Passos Coelho anunciara a sua candidatura ao lugar, andando a fazer um longo trabalho de casa. A semana passada Paulo Rangel e José Pedro Aguiar-Branco vieram anunciar as suas candidaturas à liderança do PSD, para que Pedro Passos Coelho não fosse candidato único.

 

Conforme disse Miguel Relvas, apoiante de Pedro Passos Coelho, não há fome que não dê em fartura. E se a ala elitista do PSD temia que a liderança do partido caisse nos braços de Pedro Passos Coelho, este tem agora dois adversários. Paulo Rangel, que até há pouco tempo jurara e trejurara que não iria abandonar o lugar de Eurodeputado para o qual foi eleito há meio ano. E José Pedro Aguair-Branco, que desde a derrota do PSD nas eleições legislativas de Outubro último vinha a preparar a sua candidatura.

 

Não vou comentar a vida interna do PSD, tanto que não sou filiado neste partido. E não é meu hábito comentar assuntos internos dos outros partidos. Além de que para o PSD desejo sempre o pior. Pela simples razão que não gosto de partidos travestidos e "pisca-pisca". Com efeito o PSD, que não sendo um partido de direita, nas alturas das eleições transfigura-se num partido de direita e usa um discurso de direita para caçar os votos do eleitorado de direita. E uma vez no poder, "esquece-se" do eleitorado de direita, pondo em práticas políticas de centro e de esquerda. Foi assim com Cavaco Silva e com Durão Barroso.

 

Porém a disputa interna pela liderança do PSD é mais um trunfo para o Governo e para José Sócrates. É que a campanha pela liderança do PSD vai merecer honras de destaque pela comunicação social. Com isso os Portugueses e as Portuguesas vão andar distraídos, e José Sócrates e o PS vão continuar a sua política de enterrar o pouco que resta de Portugal.

publicado por novadireita às 16:54
link do post | comentar | favorito
|

Vítor Constâncio Vice-Presidente do BCE

Vítor Constâncio, Governador do Banco de Portugal, foi eleito Vice-Presidente do Banco Central Europeu. Curiosamente aquele que é o principal responsável pelo maior descalabre financeiro de que há memória em Portugal, vai agora de armas e bagagens para Bruxelas, a fim de desempenhar funções como Vice-Presidente do Banco Central Europeu.

 

Trata-se de uma medida em que premeia a incompetência. Ser-se incompetente no exercício de funções públicas, afinal tráz vantagens, pois é-se premiado por isso, com uma faustosa carreira "profissional" no estrangeiro. E as regalias a isso inerentes.

 

Agora há que escolher o substituto de Vitor Constâncio no Banco de Portugal. A luta entre os boys do PS para o lugar vai aquecer, pois são muitos os incompetentes e sem curriculum profissional os candidatos ao cargo. Aí se vai.

 

Perante a nomeação de Vítor Constâncio para Vice-Presidente do Banco Central Europeu, apraz-me dizer o seguinte: Desde que vi porcos a andar de bicicleta ou galinhas com dentes, que nada me espanta.

publicado por novadireita às 16:45
link do post | comentar | favorito
|

O Orçamento do Sistema

Com a quadra carnavalesca, e com afazeres profissionais pelo meio, estive ausente durante uma semana do Nova Direita, numa semana onde se desenrolaram acontecimentos importantes na Governação deste pseudo-País, que mais não é do que um manicómio em auto-gestão, ainda para mais governado por perigosos inimputáveis, que contam na oposição com inimputáveis submissos.

 

Na passada sexta-feira, dia 12, véspera de Carnaval (e dia de Conselho Nacional do PSD), o Parlamento aprovou, com os votos favoráveis do PS, a abstenção do PSD e do CDS, e os votos contra do BE e da CDU o Orçamento de Estado para 2010, em que o déficit chega aos 8,3% do PIB, e a taxa de desemprego ronda os 10%. É o maior déficit de sempre que Portugal alguma vez teve.

 

Este Orçamento de Estado é um mau Orçamento. É um mau Orçamento, porque, mais uma vez, prejudica a classe média, que vive do suor do seu trabalho, paga os seus impostos, e não pode fugir deles. Sob o pretexto de reduzir o déficit e equilibrar as contas públicas, o Governo decidiu não aumentar os salários da função pública. O que vai ter reprecussões nos salários dos trabalhadores por conta de outrém que não são funcionários públicos.

 

Ao invés, os investimentos faraónicos e megalómanos, como a terceira travessia rodoviária do Tejo, o novo aeroporto de Lisboa ou o TGV estão para durar. Como o pagamento de ordenados chorudos aos gestores das empresas públicas também está para durar.

 

Não sendo economista, tive no 1º Ano do Curso de Direito uma cadeira que se denominava de Economia Política, leccionada por um marxista convicto, que é o Prof. Alelãs Nunes, em que nas aulas teóricas falava e defendia a regeneração do homem segundo Karl Marx, mas que em contrapartida adoptava o Manual de Paul Samuelson, que era defensor da economia capitalista. Tal permitiu-me ter algumas luzes sobre Economia e políticas económicas.

 

É com base nos ensinamentos colhidos nos bancos da Faculdade de Direito da Lusa Atenas à cadeira de Economia Política que passo a dar algumas dicas ao Governo sobre o melhor modo de equilibrar as contas públicas, atendendo à actual conjuntura que se vive em Portugal.

 

Acabar com os obras megalómanas como o TGV, o novo aeroporto de Lisboa ou a terceira travessia rodoviária do Tejo, que em nada contribuem para o desenvolvimento e progresso do País, contribuindo isso sim para o País se endividar ainda mais. Tributar fiscalmente os lucros da banca, das seguradoras, das grandes empresas, e os prémios pagos a administradores e gestores. Reduzir em 10% os salários do Presidente da República, Primeiro-Ministro e demais membros do Governo, Deputados e Presidentes de Câmaras Municipais, à imagem e semelhança do que foi feito na Irlanda: Reduzir a taxa do IVA para 16%, bem como os escalões de IRS e de IRC. Eliminar com a Tributação Autónoma para as Empresas: Privatizar as empresas que dão prejuízo, como a TAP e a CP. Acabar com as golden shares na PT e na EDP. E, por último, sair do Euro e retomar o Escudo como moeda nacional, para que se possa proceder à desvalização da moeda e não ter que obedecer a políticas económicas vindas de Bruxelas.

 

Há coragem para pôr essas medidas em prática? Tenho sérias e fundadas dúvidas.

 

Last, but not the least. PSD e CDS viabilizaram pela abstenção o Orçamento de Estado para 2010, apesar das fortes críticas que fazem às políticas económicas deste Governo, sob o pretexto de não quererem criar uma crise política. PSD e CDS abstiveram-se na votação do Orçamento de Estado para 2010, porque estes partidos já estiveram no Governo, e as suas políticas económicas em nada diferem das políticas económicas deste Governo. É por isso que este Orçamento de Estado para 2010 é o Orçamento do sistema.

publicado por novadireita às 16:14
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

Sócrates reduz o seu salário? Deve ser para rir

Na apresentação e discussão do Orçamento de Estado para este ano, que tem lugar hoje e amanhã no Parlamento, José Sócrates, quando interpelado por Paulo Portas sobre se o Primeiro-Ministro estaria na disposição de reduzir o seu salário para conter a despesa e equilibrar as contas públicas, o Primeiro-Ministro disse que sim.

 

Esta afirmação de José Sócrates dá-me, no mínimo, vontade de rir. Então José Sócrates, que goza de uma série de mordomias e de privilégios, está disposto a abdicar dessas mesmas mordomias e desses mesmos privilégios, bem como a reduzir o seu salário para equilibrar as contas públicas e conter a despesa? Isto quando a classe política em Portugal goza de privilégios e de mordomias jamais vistas?

 

Certamente que José Sócrates, quando disse que estava na disposição de reduzir o seu ordenado enquanto Primeiro-Ministro, se tal fosse necessário para equilibrar as contas públicas, não estava a falar verdade. Como de resto é seu hábito. Além de que se lembrou da época carnavalesca que está prestes a começar para fazer mais uma das suas graçolas, pregando uma partida de Carnaval aos Portugueses.

 

Só que os Portugueses já estão fartos das partidas que José Sócrates tem pregado. Com consequências bem caras para o País.

sinto-me:
publicado por novadireita às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Paulo Rangel candidato à sucessão de Manuela Ferreira Leite

Numa conferência de imprensa que vai ter lugar no Hotel Tivoli, em Lisboa, pelas 20h 00m de hoje, Paulo Rangel vai anunciar que entra na corrida à liderança do PSD, juntamente com Pedro Passos Coelho, esperando ainda para ver o que é que vai fazer José Pedro Aguiar Branco.

 

A ala elitista do PSD, que enquanto não derrubou Pedro Santana Lopes e Luis Filipe Menezes da presidência do PSD não descansou, e que é a principal responsável pela copiosa derrota que o PSD teve nas últimas eleições legislativas (Manuela Ferreira Leite, a candidata da ala elitista é uma nulidade política), pode respirar de alívio, pois a liderança do PSD não vai de mão beijada para as mãos de Pedro Passos Coelho que, para a ala elitista, representa o populismo e a demagogia política.

 

Com efeito, Paulo Rangel representa a ala elitista do PSD na sua perfeição. É snob, citadino, algo cinzento e com pouco à vontade no contacto com a população. Além de dar uma imagem de intelectual e de superioridade. Caso vença as directas, Paulo Rangel vai ficar refém dessa ala liberal, de onde pontificam pessoas nada recomendáveis, como José Pacheco Pereira.

 

Vai ser pois um combate renhido entre Paulo Rangel e Pedro Passos Coelho pela sucessão de Manuela Ferreira Leite. A mim tanto me faz quem é que seja o vencedor. Para além de não ser militante do PSD nem tão pouco ser votante desse partido (não voto em partidos travestidos, que em campanha piscam o olho à direita e quando chegam ao poder esquecem-se da direita, adoptando políticas de esqueda, de centro e de centro-esquerda, e o PSD é isso mesmo), nem Paulo Rangel nem Pedro Passos Coelho conseguem ser alternativas de poder válidas e credíveis face a José Sócrates. Se bem que Pedro Passos Coelho consiga ser melhor que Paulo Rangel.

 

O PSD que se amanhe e que se auto-flagele. Se Manuel Monteiro e Paulo Portas não se têm desentendido em 1996, certamente que hoje o PSD já não existia.

publicado por novadireita às 18:37
link do post | comentar | favorito
|

Benfica humilha Sporting

No primeiro jogo das meias-finais da Taça da Liga, o Benfica venceu o Sporting no Estádio de Alvalade por uns contundentes e convincentes 4-1.

 

Foi uma vitória mais do que justa do Benfica, que em todo o jogo e em todos os aspectos foi superior ao seu adversário, e que agravou ainda mais a crise em que o Sporting se encontra mergulhado desde o início da época. Afinal Paulo Bento não era o culpado pelos males que afligiam e afligem o Sporting.

 

Finalmente este ano o Benfica está no bom caminho. Tem bons jogadores, uma boa equipa e um bom treinador que consegue pôr a equipa a jogar um futebol bonito, vistoso e de ataque. E as boas exibições do Benfica têm sido devidamente compensadas com boas assistências no Estádio da Luz, independentemente do dia, da hora, e das condições climatérias em que os jogos se disputam.

 

Só espero é que o sistema e forças ocultas extra futebol não travem a caminhada do Benfica rumo ao título. Título esse que, pelo que tem jogado até agora, o merece por inteiro.

sinto-me:
publicado por novadireita às 18:29
link do post | comentar | favorito
|

Sócrates Censor

A edição do semanário "Sol" da passada sexta-feira trazia a transcrição de escutas telefónicas efectuadas a Paulo Penedos, Armando Vara e Rui Pedro Cunha, no âmbito do Processo "Face Oculta", no qual José Sócrates estava por detrás de um plano para que a PT, empresa da qual Penedos é um dos acessores jurídicos, comprasse a TVI, e afastasse da estação televisiva José Sócrates e Manuela Moura Guedes.

 

Há muito que José Sócrates tinha um ódio de estimação quer pela TVI, quer por José Eduardo Moniz e por Manuela Moura Guedes. Disse-o quer no último Congresso do PS, em Espinho, quer numa entrevista que deu a Júdite de Sousa e a José Alberto Carvalho, no Canal 1 da RTP.

 

Só que para além do ódio que Sócrates nutria quer pela estação televisiva, quer pelos jornalistas em causa, Sócrates tinha um plano para silenciar um jornalismo que lhe era desfavorável. E qual era esse plano?

 

Era socorrer-se dos seus cães de fila que lhe são fieis, e que estão estratégicamente colocados em lugares de topo nas empresas onde o Estado tem participações, para, através da PT, onde o Estado detém uma golden share, e onde Paulo Penedos, um dos incondicionais de Sócrates é acessor jurídico, pudesse comprar o capital da TVI. A PT lançou-se na área do audiovisual, com o serviço MEO, e nada melhor do que deter a maioria do capital de uma estação televisiva adversa a José Sócrates. E uma vez na Administração da estação televisiva, correr com os jornalistas hostis ao Primeiro-Ministro.

 

A transcrição das escutas feitas pelo jornal "Sol", que  José Sócrates apelidou de "atitude criminosa", demonstra, em primeiro lugar, que José Sócrates é um ditador e que convive mal com a diferença de opinião. Em segundo lugar, que José Sócrates usa de todos os meios, por mais maquiavélicos que sejam, para silenciar todos aqueles que legitimamente ousam discordar dele. Em terceiro e último lugar, a grande promiscuidade que há entre o poder político e o poder económico, com este subjogado e rendido àquele.

sinto-me:
publicado por novadireita às 12:28
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

Sorteio de Qualificação - Euro 2012

Quis a sorte que na qualificação para a fase final do Campeonato da Europa de Futebol, a disputar na Polónie e na Ucrânia em 2012, Portugal jogasse com Dinamarca, Noruega, Islândia e Chipre.

 

As regras da qualificação são as seguintes: os vencedores de cada grupo qualificam-se directamente para a fase final da competição, juntamente com o 2º melhor classificado de todos os grupos. Os restantes 2ºs classificados disputarão entre si um play off a duas mãos, com vista a apurarem-se os restantes participantes.

 

À partida, a tarefa da Selecção Nacional parece facilitada, já que não irá jogar com adversários de grande renome. O único adversário que nos poderá causar algum embaraço é a Dinamarca, já nossa conhecida do grupo de apuramento para o Mundial deste ano, e que tantos amargos de boca nos causou, vencendo o jogo que disputou em Lisboa, e empatando o jogo de Copenhaga.

 

Porém é preciso não esquecer que já não há jogos e adversários fáceis, e que foi com muita dificuldade com que Portugal se qualificou para o Mundial de 2010, num grupo à partida acessível. Portugal teve que depender de terceiros para ficar em 2º lugar no seu Grupo, de forma a disputar o play off com a Bósnia, em virtude de ter perdido muitos pontos em casa (derrota com Dinamarca, e empates comprometedores com Suécia e Albânia).

 

Há pois que não embandeirar em arco e ter os pés bem assentes na terra. A qualificação de Portugal para a fase final do Campeonato da Europa de Futebol de 2012, se bem que seja acessível, perante os adversáros do Grupo, a mesma não se trata de favas contadas. Há que dar o litro, rumo ao Europeu.

publicado por novadireita às 18:25
link do post | comentar | favorito
|

A Revolta - Blog de Manuel Monteiro

Os meus amigos Manuel Monteiro, Diogo Pacheco de Amorim, Gonçalo Ribeiro da Costa, Miguel Félix António e João Carvalho Fernandes lançaram-se na blogoesfera, criando o seu próprio blog, a quem deram o nome de "A Revolta".

 

Fui visitar o blog desses meus amigos, e gostei do mesmo. Trata-se de um blog irreverente e inconformista perante este sistema em que vivemos e que nos vai asfixiando, e que, de uma forma destemida, denuncia os podres desta classe política, a quem alguém em tempos idos chamou de classe pulhítica.

 

Uma revolta da população, revolta essa a sério, é o que este País precisa, para ver se, de uma vez por todas, entra nos eixos. Revolta essa que passa obviamente pela substituição do sistema político, das políticas e dos políticos. E, claro, desta República decrépita, decadente, falida e esgotada. Uma revolta feita por Deus, pela Pátria, pela Família e pelo Rei, para que Portugal volte a ser o que foi em tempos.

 

Quero aqui desejar as minhas felicidades ao Manuel Monteiro, ao Diogo Pacheco de Amorim, ao Miguel Félix António, ao Gonçalo Ribeiro da Costa e ao João Carvalho Fernandes pelo blog que criaram, ao qual desejo muitas felicidades, e que dure por muitos e bons anos. O Nova Direita será uma acérrimo defensor desse blog. O endereço é http://arevolta.blogspot.com.

 

publicado por novadireita às 18:06
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2010

Lei das Finanças Regionais - Cenas dos Próximos Capítulos

Foi aprovada por todos os partidos da Oposição, na votação final global, a proposta de alteração da Lei das Finanças Regionais, em total divergência com o Governo.

 

Ontém, numa conferência de imprensa o Ministro das Finanças, Rui Teixeira dos Santos disse que usaria de todos os instrumentos legais que estivessem ao seu alcance para cumprir o que está inscrito no Orçamento de Estado, ameaçando bloquear o aumento de transferências para a Madeira, ao abrigo da Lei do Enquadramento Orçamental, da autoria de Manuela Ferreira Leite, e que confere ao Governo esse poder.

 

Vamos ver qual será a reacção do Sr. Silva à votação hoje proferida pelo Parlamento. E o que é que fará José Sócrates. Se se demite, criando uma crise política, ou se fica a governar o País.

 

Aguardemos pois pelas cenas dos próximos capítulos desta telenovela mexicana em que se transformou a política portuguesa.

publicado por novadireita às 15:39
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

23
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Revisão de Feriados

. Mais Atrasos nos Pagament...

. Arquivada Queixa-Crime Co...

. Doutor Manuel Monteiro

. Rei Ghob - E Agora Senhor...

. Terrorista Impune

. Congresso do PSD - Mais D...

. Combustíveis Voltam a Aum...

. 11 de Março de 1975; 37 A...

. Paragem Carnavalesca

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds